terça-feira, 8 de janeiro de 2008

A beatificação das cidades







algumas soluções para os primeiros efeitos colaterais da nova lei do tabaco:
os comerciantes/ escritórios/ donos de cafés e restaurantes: disponibilizar cinzeiros de rua, já que é aí que passam a (con)viver os fumadores. talvez com umas cadeiras? ficava mais simpático.
os fumadores clássicos: atirar as beatas para o lixo. obrigado. 
os fumadores modernos: andar com um cinzeiro de bolso. novo nicho de mercado.
a indústria tabaqueira: fazer filtros biodegradáveis. porque esta beatificação que apanhei até agora pode ficar até 11 anos sem se desfazer. e já agora, eliminar os químicos adicionados ao tabaco: benzina, formaldeída, amoníaco, cádmio, acetona... deve ser a única indústria que tudo faz para que os seus clientes morram mais depressa! (vou confiar nas funerárias)

1 comentário:

Sr. Funesto disse...

Sempre achei estranha a passividade e impunidade dos fumadores quando deitam lixo químico para o chão como se fosse a coisa mais normal do mundo.

E depois desculpam-se dizendo "ah, é só um cigarro, não é lixo."

Alguns até são pessoas bem educadas, limpinhas, cheiram a perfume e tudo, mas depois... zimba, lá vai mais um cigarrinho para o chão, como se fosse lixo de brincar.

Só recentemente se começou a ver alguma consciência associada às beatas, mas por enquanto só nas praias.

Uma cuspidela pode ser mais feia, mas tem efeitos menos funestos.